fbpx

Os super-heróis estão em alta. Recentemente tivemos o lançamento nos cinemas do filme do Deadpool e, esta semana, foi a vez de estrear o tão esperado Batman Vs Superman: A origem da justiça. Mas não para por aí: em abril será a vez de mais um duelo de superpoderes ganhar as telas: Capitão América e Homem de Ferro irão formar seus times e dividir fãs em Capitão América: Guerra Civil. Em meio a essa overdose de superegos, não é de se estranhar que haja uma grande quantidade de pessoas interessadas em criar seu próprio super-herói. Se você é uma dessas pessoas – ou se não havia pensado sobre o assunto mas acabou de achar que é uma boa ideia – este post traz um roteiro para criar seu protagonista com superpoderes. Não deixe de ler até o final pois há uma promoção especial para você, fã de super-heróis.

 

Passo a passo para a criação de super-herois

 

Existem alguns passos imprescindíveis na criação de super-heróis – e se esse é o seu objetivo, não há como fugir deles. Se você reparar, todos os heróis famosos carregam os elementos citados abaixo.

 

super-heróis: guerra civil
Capitão América: Guerra Civil (Divulgação)

 

1. Escolha o superpoder (ou superpoderes)
Super-heróis são identificados por seus superpoderes, por isso faz todo o sentido pensar primeiro nesse elemento de composição antes de pensar no próprio personagem. O ideal, mesmo que por vezes se mostre tarefa impossível, é que você não utilize um superpoder que já tenha sido utilizado anteriormente – ou pelo menos não um superpoder pelo qual um grande super-heroi seja conhecido.  Alguns super-heróis nem mesmo têm algum superpoder, como o Batman, que depende de artefatos criados para dar suporte à sua ação.

 

2. Defina como ele conseguiu esses superpoderes
Não basta ter um superpoder incrível, é preciso que ele se integre à história do personagem. Afinal, isso irá definir suas ações. Você pode partir do ponto de que, na maioria das vezes, o personagem não escolhe a vida de superherói, mas ela é que o escolhe. É só pensar em Hulk e no Homem Aranha para entender do que estou falando.

LEIA  [blog tour] Perguntas dos leitores no Papo Literário

 

3. Evolua os superpoderes
Como os super-heróis reagem quando recebem seus superpoderes? Aceitação? Negação? Ficam orgulhosos ou envergonhados? É preciso que o próprio personagem viva uma jornada interior com sua nova situação, para que o público sinta o drama e as indecisões que ele vive. Não o coloque em uma relação estável com suas habilidades, isso torna-o desinteressante e carente de conflito.

 

 

super-heróis: deadpool
Deadpool (Divulgação)

 

4. Dê-lhe uma fraqueza
Um super-herói invulnerável não gera identificação. A perfeição não estimula a empatia entre leitor e personagem. Além de que, ao impor-lhe algumas falhas, você tornará suas batalhas muito mais interessantes.

 

5. Crie uma personalidade
Como é seu super-herói? Tímido, arrogante, depressivo? Atrapalhado? Isso também é importantíssimo para gerar envolvimento dos super-heróis com seus fãs.

 

6. Desenvolva sua relação com a comunidade
Como seu personagem se relaciona com a comunidade ao seu redor? É visto como a “salvação” ou como um “pária”? As pessoas confiam nele e buscam sua ajuda ou não acreditam que ele seja confiável para resolver os problemas?

 

7. Nomeie seu super-herói
Chegou a hora de criar o nome pelo qual seu personagem se tornará conhecido. Super-heróis têm nomes fortes – e, de alguma forma, relacionados a seus superpoderes ou características principais. Pense bem no superpoder que você lhe deu ao criar-lhe um nome.

 

8. Crie um perfil físico e dê-lhe uma marca
Visualize seu super-herói. Como ele se apresenta fisicamente? Pense nos detalhes que – mais uma vez – têm a ver com superpoderes. Você pode querer fazê-lo fraco para, quando estiver investido de seu alter-ego, pareça muito mais forte. E também é importante que ele carregue uma marca – um símbolo que o faça reconhecido. Essa marca pode estar, de alguma forma, presente em seu uniforme.

LEIA  7 dicas para criar conflito

 

super-heróis: batman vs superman
Batman Vs Superman (Divulgação)

 

9. Identifique o companheiro ou equipe
Super-heróis contam, algumas vezes, com a ajuda de outros personagens que não necessariamente têm superpoderes. Pode ser um companheiro ou uma equipe inteira. Como age o seu personagem? É um solitário ou conta com outros em suas aventuras?

 

10. Identifique os inimigos
Não há super-herói que não tenha um arquiinimigo tão conhecido quanto ele. Mas não revele tudo sobre o vilão logo de cara. Deixe que ele surpreenda o leitor assim como surpreende o próprio protagonista.

Fonte

 

E PARA VOCÊ, que é fã de super-heróis, o Conexão Autor tem uma promoção imperdível: até o dia 29/03/2016 você pode usar o cupom BATDARK10  no carrinho de compras para ganhar 10% de desconto na compra do livro Batman. Arkham Knight, lançado pela DarkSide Books. É só clicar no link abaixo:

 

Super-heróis: roteiro para criar protagonistas com superpoderes

Escritora, crítica literária, jornalista e professora universitária. Trabalha com criação de textos e preparação de originais. Desenvolve cursos e palestras na área de Criação Literária e Escrita Criativa.

Classificado como:            

2 ideias sobre “Super-heróis: roteiro para criar protagonistas com superpoderes

  • 27/02/2017 em 09:09
    Permalink

    Achei muito interessante, obrigado por me ajudar, era disso que eu precisava, queria saber se existe algum jeito de apresentar meu super-herói para o mundo ??

    Resposta
    • 11/03/2017 em 19:08
      Permalink

      Olá, Nagib.
      Você pode procurar por editoras que trabalhem com o seu tipo de literatura ou então tente um projeto independente, dependendo do que você busca.
      Abraços e sucesso!
      Ronize Aline

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendado
Adoro ganhar livros! E talvez você seja como eu. Mas…
error: