escrever para criança
Criação Literária

Quer escrever para criança?

Entramos no mês de outubro. Um mês que, a despeito de outras comemorações, acabou ficando conhecido como o “mês da criança”. Nos diversos eventos que participo com meus livros infantis conheço inúmeras pessoas que gostariam de escrever para criança mas não sabem como. As dúvidas são muitas: escrever para criança é como escrever para adulto? Como devo tratar a criança no texto? Posso escrever sobre qualquer coisa? Como é o mercado de livros infantis? Portanto, vou aproveitar as comemorações do dia 12 e dedicar os posts desse mês à literatura infantil em geral e à fascinante arte de escrever para criança.

O que é preciso saber para escrever para criança

Muitos gostariam de escrever para criança, e até já têm uma ou mais ideias na cabeça, mas desconhecem fatos importantes desse gênero literário. Se você é uma dessas pessoas, preste atenção às dicas abaixo e acompanhe os demais posts desse mês.

1. Por que você quer escrever para criança?
Pense sobre isso. Fazer literatura no Brasil não é algo fácil, mas deve ser perseguido por quem sente desejo de ir por esse caminho. Mas literatura infantil traz ainda mais desafios ao escritor. É um período da nossa vida que, na maioria das vezes, já deixamos para trás há algum tempo e nem todos mantêm o hábito de continuar lendo livros do gênero depois que crescem. Fora que o mercado não é muito promissor. Então descubra qual o real motivo para você querer escrever para criança. E se for mesmo uma paixão, um chamado, então siga em frente.

2. Não espere grandes vendagens
O mercado de livros para crianças no Brasil não apresenta os mesmo números do mercado de livros para jovens, por exemplo, que sofreu uma explosão nos últimos anos. Grande parte da produção infantil é absorvida por programas governamentais de incentivo à leitura. O meu livro O Dono da Lua foi selecionado pelo Governo do Estado de São Paulo e pela Prefeitura de Contagem para ser adotado pelas escolas de ensino fundamental, assim como o Anete, nariz de chiclete foi selecionado pela Prefeitura de Belo Horizonte. A questão se complica na medida em que este ano tivemos o fim de vários desses programas, especialmente os de nível federal.

3. Leia livros para crianças
Se você quer escrever para criança, é fundamental ler livros para criança. Pode parecer óbvio, mas muita gente que diz querer fazer literatura infantil não consome, de fato, literatura infantil. Primeiro que todo escritor dever ser, primeiro, um leitor. Afinal, conhecer o seu ofício, e o que os outros do mesmo ofício estão fazendo, é essencial. E como não ler o gênero que você pretende escrever? Sempre fui uma leitora voraz de literatura infantil, mesmo depois de adulta. E acredito que tenha sido o encantamento pelas histórias criadas por outros autores que me inspiraram a também criar as minhas.

LEIA  Categorias de livros infantis: saiba onde sua história se encaixa

como escrever para criança

4. Aprenda tudo o que você pode sobre crianças
Mergulhe de cabeça no universo delas, seja a partir do que é feito para elas como do que se estuda sobre elas. Comportamento, modismos, dificuldades, relacionamento… o mundinho delas é muito mais complexo do que imaginamos. Há uma tendência a subestimá-las, simplificando tudo o que as rodeia, quando na verdade elas trazem um repositório imenso de subjetivações que, infelizmente, muitas vezes vamos perdendo pelo caminho em direção à maturidade. Quer escrever para criança? Conheça a criança.

5. Conviva com crianças
Quem tem filhos tem uma fonte inesgotável de insumos para a literatura. Não necessariamente no sentido literal, reproduzindo situações da vida real, mas principalmente de tudo o que forma e conforma esses pequenos grandes seres. E quem não tem filhos? Deve ter primos pequenos, sobrinhos, vizinhos, filhos de amigos ou, no mínimo, uma pracinha perto de casa onde as crianças costumam brincar. Aprenda a observá-las, a conhecê-las, a conhecer o mundo a partir do olhar delas. Escrever para criança é sentir-se criança novamente.

Sentiu-se motivado a escrever para criança? Então aproveite o mês delas e acompanhe aqui no blog a série Quer escrever para criança? Nos vemos no próximo post.

Escritora, crítica literária, jornalista e professora universitária. Trabalha com criação de textos e preparação de originais. Desenvolve cursos e palestras na área de Criação Literária e Escrita Criativa.

Ronize Aline

Escritora, crítica literária, jornalista e professora universitária. Trabalha com criação de textos e preparação de originais. Desenvolve cursos e palestras na área de Criação Literária e Escrita Criativa.

Leia também...

3 Comments

  1. Sempre bom ler textos instrutivos e de fácil absorção.

    Sempre bom visitar tua página Ronize.

  2. Encontrei essa fonte riquíssima de ideias! Estou maravilhado com seu trabalho. Quero fazer livros e desenhos animados para crianças. Seus textos estão ajudando muito!!

    1. Olá, Hefrayn.

      Suas palavras me deixaram muito feliz. Obrigada! Desejo sucesso na sua trajetória.

      Abraços,
      Ronize Aline

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *