quero escrever um livro
Criação Literária

Quero escrever um livro

Tenho recebido diversos emails de leitores do blog, estimulados pelos artigos que encontram aqui, e a maioria traz de alguma forma as seguintes frases (com variações): Quero escrever um livro mas não sei por onde começar ou Quero escrever um livro mas tenho várias dúvidas. Isso me faz lembrar quando comecei a escrever minhas histórias de forma mais sistemática, há muito tempo. Infelizmente, naquela época, a internet não era uma ferramenta tão poderosa quanto é hoje e as opções de recursos online eram praticamente escassas. Pois este artigo vai mostrar que quem quer se tornar um escritor hoje em dia tem uma infinidade de opções a um clique do mouse.

Assim como muitas das pessoas que me escrevem, eu também senti necessidade de aprimorar minha escrita (e este é um processo constante), e fiz isso participando de várias oficinas literárias com escritores como Raimundo Carrero, Adriana Lisboa, Marina Colasanti e João Paulo Cuenca. Mas isso só foi possível possível porque eu estava nos lugares onde a maioria dessas oficinas costuma ser oferecida – geralmente capitais e grandes cidades. E quanto àquelas pessoas que decidem escrever um livro mas não têm acesso a cursos e oficinas presenciais? É aí que entram as mídias digitais.

quero escrever um livro
Arte sobre foto do Tumblr

Quero escrever um livro mas não sei por onde começar

Você já deve ter ouvido muita gente dizendo que tem um punhado de ideias que renderiam um ótimo livro. Mas quantas dessas pessoas realmente escrevem esse livro? Passar da ideia à ação costuma ser um pouco mais difícil do que se imagina. Como transformar aquela ideia tão perfeita em uma narrativa com personagens interessantes, uma trama bem desenvolvida e um final inesquecível?

Há também o caso de pessoas que decidem escrever um livro mas falta-lhes a ideia, a centelha inicial que dará a partida na história. Ambos os casos podem ser trabalhados com boas doses de estímulo, orientação adequada e muita dedicação.

Ao contrário do que muitos gostam de disseminar – seja para glamourizar ou diminuir a profissão – ser escritor depende muito mais de transpiração do que de inspiração. Não se fica à espera do toque das musas inspiradoras. Pelo contrário, estamos o tempo todo buscando afinar a escrita, a capacidade de contar histórias. E para quem carrega a certeza de que quer escrever um livro, vou mostrar que os recursos estão aí disponíveis. Basta saber onde procurar.

Sites para quem quer escrever um livro

  •  Blog da Ronize Aline: para começar, vamos falar deste blog. Pode ser que seja a sua primeira vez por aqui e ainda não conheça o espaço. O que me levou a criá-lo foi justamente a vontade de compartilhar dicas e técnicas literárias – não só as que aprendi ao longo do tempo mas também as que outros escritores têm a oferecer -, algo a que eu gostaria muito de ter tido acesso lá atrás, nos meus primórdios como escritora. Aqui você encontra técnicas de criação literária, dicas de mercado editorial, entrevistas com profissionais da área e resenhas de livros. Se quiser um pouco mais sobre quem sou eu, dê uma olhada aqui.
LEIA  5 atitudes essenciais para fazer literatura infantil

 

  • Ficção em Tópicos: O Ficção em Tópicos é composto por uma série de artigos para você praticar formas simples de criar essa vontade incontrolável de explorar o que está por trás das portas que você abre com seus textos.
  • Homo Literatus: Abandonar o Olimpo, sair da caverna, descer do salto, o site Homo Literatus é um veículo online que fala de literatura de um jeito simples, mas com conteúdo, em busca da não elitização. Com uma abordagem dinâmica, procura aproximar temas cults  e pops, quase como se Saramago, Machado, Joyce ou Dostoievski fossem tão acessíveis quanto Sabrina, nas bancas (e por que não?).
  • Literatortura: O mundo literário em matérias atuais e dicas de mercado editorial. Conta com revista, vlog e colunas diversas.

Livros para quem quer escrever um livro

Antes da disseminação da internet, e por consequência dos sites e blogs sobre criação literária, um dos poucos recursos disponíveis além das oficinas eram os livros – e continuam sendo importantes ferramentas de aprimoramento. Alguns são verdadeiros manuais com passo a passo para quem quer escrever um livro, outros mostram o processo criativo de autores servindo como referência para nossas próprias criações.

  • A jornada do herói, de Christopher Vogler: O livro busca enumerar ao leitor todas as etapas de construção de personagens e situações necessários para se escrever uma boa história. Para isso, o autor usa estruturas míticas bastante conhecidas como base para o seu roteiro de escrita.
  • Como escrever diálogos, de Silvia Adela Kohan: Este manual busca apresentar funções do diálogo no romance e no conto, com o objetivo de ensinar ao leitor a arte de utilizá-lo na hora certa, além de revelar informações para – conseguir uma sintonia entre os personagens e seus diálogos; diferenciar as falas dos personagens para definir as características de cada um; brincar com as nuances de expressão; saber alternar, no texto, os diálogos e a narração.
  • Os Segredos da Ficção, de Raimundo Carrero: O autor revela os caminhos da arte de escrever narrativas, e também que a literatura está ao alcance de todos aqueles que tem o impulso de criá-la. Mas é preciso ter perseverança e trabalhar duro para transformar suas ideias em contos, novelas e romances. Não há receita para a boa literatura, existem, sim, caminhos para chegar a ela.
  •  Para ler como um escritor, de Francine Prose: É possível ensinar a um escritor o seu ofício? A questão é polêmica, especialmente quando proliferam cursos de graduação e de extensão com essa proposta. Escritora e crítica literária, Francine Prose defende que, sim, há muito o que aprender com os mestres. Virginia Woolf, Jane Austen, Nabokov, Philip Roth e Flaubert são alguns dos autores a quem dedica uma leitura atenta e cuidadosa, em busca do segredo do ‘escrever bem’. De cada um, extrai lições.

Como escrever contos arrebatadores, de Ronize Aline (EM BREVE)

Este é um livro que escrevi a partir de indagações e dúvidas que venho recebendo dos leitores do blog que querem escrever um livro. A maior necessidade percebida tem sido a de um manual que mostre, de forma prática e didática, como construir uma história com ótimos resultados. E, tendo em vista aqueles que querem se aventurar na escrita pela primeira vez, nada melhor do que começar por uma narrativa curta. Daí a minha escolha em trazer o livro Como escrever contos arrebatadores, para os que buscam uma forma de desenvolver as habilidades da escrita de forma rápida e eficiente. O livro está em processo final de produção e em breve estará disponível em ebook, ou seja, acessível em qualquer parte do planeta.

LEIA  Autor de A Guerra dos Tronos dá dicas para escrever fantasia

Quer saber quando o livro será lançado? Assine as atualizações do blog por email para não perder nenhuma novidade. E você ainda pode baixar gratuitamente o ebook Desbloqueio Criativo – como soltar a imaginação, com mais de 60 técnicas e exercícios criativos para aqueles momentos em que nos sentimos bloqueados com a escrita.

acompanhamento personalizado

Acompanhamento personalizado para escrever um livro

Além dos sites, blogs e livros, que fornecem técnicas e dicas para quem quer escrever um livro, há também a possibilidade de ter-se uma orientação individualizada ao longo do processo criativo – ou depois dele. Existem alguns serviços disponíveis para aspirantes a escritor que tornam a criação de uma obra menos solitária e mais focada. Para quem precisa de uma ajuda nessa empreitada, as opções são:

  • Revisão: checagem exclusivamente do texto para verificação de palavras, frases e parágrafos visando à sua melhoria. Realizada depois que o livro está pronto.
  • Copidesque: realização de mudanças e aperfeiçoamentos do texto, tendo em vista questões gramaticais e narrativas. Realizado depois que o livro está pronto.
  • Leitura crítica: avaliação do  original a partir de um exame minucioso do conteúdo (mais aprofundado do que no caso do copidesque) com o objetivo de apontar possíveis problemas da obra, diagnosticar os pontos fracos, analisar a estrutura e coerência do texto. Não são realizadas mudanças, como no caso do copidesque, apenas apontadas. Realizada depois que o livro está pronto,
  • Coaching literário: orientação individual tendo em vista a produção de uma obra – ou parte dela. O escritor é acompanhado no seu processo criativo com orientações em relação à construção da história, desde a estruturação do texto, estabelecimento do plot, criação dos personagens, desenvolvimento do conflito, escolha do ponto de vista e estilo literário, entre outros. Realizado desde o início da criação do texto.

A partir do meu trabalho como escritora, crítica literária e serviços de copidesque e revisão prestados a várias editoras, há algum tempo venho oferecendo esses serviços também de forma individualizada. Isso significa que se você tem um original literário que precisa de ajustes ou quer uma opinião crítica sobre ele, a revisão, o copidesque ou a leitura crítica podem resolver o seu problema. Mas se você quer escrever um livro e não sabe por onde começar ou como dar continuidade, então o coaching literário atende às suas necessidades.

Quer mais informações sobre os serviços de revisão, copidesque, leitura crítica e coaching literário, é só ENTRAR EM CONTATO!

Escritora, crítica literária, jornalista e professora universitária. Trabalha com criação de textos e preparação de originais. Desenvolve cursos e palestras na área de Criação Literária e Escrita Criativa.

Ronize Aline

Escritora, crítica literária, jornalista e professora universitária. Trabalha com criação de textos e preparação de originais. Desenvolve cursos e palestras na área de Criação Literária e Escrita Criativa.

Leia também...

20 Comments

  1. Virginia says:

    Adorei a matéria, vou ficar aguardando seu livro. Quero muitooooo.
    Abraços

    1. Oi, Virgínia.

      Que legal! Fique atenta que em breve você terá notícias.
      Abraços,
      Ronize Aline

  2. Virginia says:

    Olá,
    Gostaria de mais informações sobre revisão de texto e leitura critica.
    A revisão de cobrada por laudas? E um livro infantil.
    Fico no aguardo,
    Abraços,
    Virginia

  3. … , será que posso escrever um best sellers ?

    1. Olá, Adilson.

      Não temos garantia de que tal livro se tornará ou não best-seller. O que podemos fazer é escrevê-lo tendo em mente quem é nosso público-alvo leitor. E fazer o melhor trabalho possível.

      Abraços

      1. adilson olivares says:

        …e ainda,sem querer roubar o precioso tempo da Jornalista-Escritora, fico pensando no conceito aplicado para consagrar — um Prêmio Nobel da Literatura que não envolva : Política Internacional, ou mesmo outro tema que inclua gente famosa ( celebridades ) . Se a ilustre Escritora fôsse escolher algum tema nos dias de hoje sem envolver Política : falar do quê ? Como será possível esmiuçar alguma história que alguém já contou em um estilo próprio, mas que esbarra em um outro ? Mostrar para os Leitores que sabe todos os pontos e vírgulas … que a ABL renovou por outra vez a Ortrografia … ? Então seria fácil consagrar um escritor Prêmio Nobel a cada ano no Brasil, já que todos os Imortais sabem ler a Cartilha da Academia de A a Z e usam bem os seus apóstrofros (*) , e estão bem vestidos com os seus roupãos , então, somente o que será preciso é uma boa história ! A ilustre já pensou escrever algum livro para explodir em um best-seller ? Você como uma mulher já pensou em explorar algum tema que agrade : um Político brasileiro (sem falar de (Política), uma mulher de 50 anos, um adolescente ( masc.e fem. que não tenha preguiça de ler ), todos enfim , excluindo apenas as crianças? Você falaria do quê?

        1. Olá, Adilson.
          Não, quando escrevo não penso em criar um best-seller. Escrevo as histórias que eu gostaria de contar e de ler. Histórias que acho interessante. Se o livro for bem sucedido, melhor ainda, não é?

          Abraços,
          Ronize Aline

  4. Carol says:

    Oi,Aline.
    Chamo-me Carol e tenho 16 anos.Por eu ter um idade na qual tenho que me empenhar para seguir a careira dos sonhos,acabo ficando muito estressada e só consigo suportar tudo isso,escrevendo!
    Minhas historias até que eram interessantes…Pelo menos originais!Contudo,tinha erros e estruturas que fariam meu professor de redação me dar uma surra!
    Eu quase desisti,mas então encontrei seu site e ele me ajudou muito a estruturar minhas historias!
    Sinto-me muito mais calma agora que consigo escrever minhas historia relativamente melhor e tudo ficou MUITOOOO mais divertido agora que eu consigo colocar tudo em seu lugar!Agora eu tenho um hobbie que alem de relaxamento,promove uma melhora significativa na minhas habilidades de redacao!
    Obrigada !
    Beijos,
    Carol

    1. Oi, xará.
      Que legal receber seu comentário. Fiquei muito, muito feliz em saber que o blog está te ajudando a aprimorar a escrita.
      Seja sempre bem-vinda e continue participando.
      Beijos,
      Ronize Aline

  5. Felipe Lyra says:

    Incrivel o artigo e o blog inteiro. Seu blog me terá como leitor fixo.
    Obs: Adoro Suas aulas na faculdade

    1. Que legal, Felipe.

      Seja sempre bem-vindo.

      Abraços,
      Ronize Aline

  6. Rithyele says:

    Oi Ronize Aline..

    Eu já comecei escrever vários livros, mais nunca consigo termina, já percebi que para escrever um livro demora muito, antes eu estava escrevendo sobre personagens de fantasias, (bruxos, feiticeiros,vampiros) mais minha vida mudou e hoje quero escrever um livro envangelico, com um pouco da minha história d evida, como se fosse um testemunho, falando de Deus.comecei a escrever e estou orando para que eu possa ter mais idéias… Agradeço pela ajuda que você nos dar no seu Blog…

    Beijoss…

    1. Olá, Rithyele.
      Boa sorte na sua jornada. E volte sempre.
      Abraços,
      Ronize Aline

  7. Rithyele says:

    Ronize você já ajudou algum novato? Pegou um livro dele para ajudar a concertar erros? Muitos de nós que estamos começando agora precisamos de alguém assim..

    1. Olá, Rithyele.
      Sim, eu trabalho com alguns tipos de serviços nessa área: leitura crítica, copidesque e coaching literário. Se tiver interesse em saber mais, entre em contato comigo por aqui: http://www.ronizealine.com/contato/
      Abraços,
      Ronize Aline

  8. Reynaldo says:

    Olá Ronize,
    Antes de mais nada gostaria de parabenizá-la pelo artigo.
    Sou um aspirante na arte literária, pois além de adorar ler sou fascinado por um sonho de um dia me tornar escritor. Aguardo ansioso pelo lançamento de seu próximo livro “Como Escrever Contos Arrebatadores”.
    Um grande abraço e muito sucesso em sua profissão

    1. Oi, Reynaldo.

      Que legal! Obrigada. Não se esqueça de assinar para receber as atualizações o blog, assim você saberá em primeira mão sobre o lançamento.
      Abraços,
      Ronize Aline

  9. Anna Beatriz says:

    Olá Senhora Rosane.

    Eu queria lhe pedir para que a senhora me dê alguns
    concelhos para que possa escrever um livro,
    só que eu sempre quando vou fazer uma parte (o começo),
    eu não consigo por que sempre me dá um branco na hora..
    Por favor a senhora pode me ajudar??

    Assinado: Uma Menina Querendo Ser Uma Escritora Como A Senhora..

  10. marciana costa freire castilho says:

    Minha meta,em 2016,e’ comecar o meu primeiro livro.Sonho de crianca que ate hoje aos 43 anos me perseguem.Hoje me sinto mais madura para realizar meu sonho.Vai ser bom.Vou dar o melhor de mlm.Conto com suas dicas
    Abraços Marciana

    Ps: Só’ o meu nome ja da um bom livro.

    PS:Só o meu ne

    1. Oi, Marciana.

      Que legal! É isso mesmo, nunca é tarde para corrermos atrás de nossos sonhos.

      Abraços,
      Ronize Aline

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *