fbpx

O Brasil é o país homenageado da Feira Internacional do Livro Infantil e Juvenil de Bolonha (Itália) 2014, que está completando 50 anos e é um dos eventos mais importantes para os profissionais do mercado editorial. A edição deste ano, cujo slogan é “um país cheio de vozes”, acontecerá entre 24 e 27 de março e contará também com uma exposição denominada “Brasil: incontáveis linhas, incontáveis histórias”, com a participação de 55 escritores e ilustradores.

catálogo Bolonha 2014
Capa do Catálogo FNLIJ Bolonha 2014

As editoras brasileiras que participarão da feira no estande Brazilian Publishers (um projeto entre a Câmara Brasileira do Livro – CBL e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos – ApexBrasil) em Bolonha estão bastante otimistas e esperam realizar um volume de negócios nos próximos 12 meses (contando a partir da Feira) de US$330 mil em venda de direitos autorais e livros físicos.”O Brasil passa, de país apenas comprador de direitos autorais, para também vendedor de conteúdo ao exterior. Portanto, este é o momento de aproveitar tudo o que um evento deste porte pode oferecer”, destaca Karine Pansa, presidente da CBL.

Todo ano a Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil prepara um catálogo com uma seleção de escritores, ilustradores e editoras para apresentar a literatura infantojuvenil na Feira de Bolonha. Na publicação deste ano, há uma linha do tempo com os episódios mais marcantes – conquistas, homenagens e realizações – em mais de 40 anos de atividade da Fundação. Apresenta também os perfis do escritor Joel Rufino dos Santos e do ilustrador Roger Mello, indicados para o Prêmio Hans Christian Andersen, a premiação mais importante dada a um escritor e ilustrador vivo por sua contribuição à literatura infantil mundial. O catálogo pode ser baixado aqui.

LEIA  Pablo e o ciclo da água: uma ode à brevidade da vida

Editoras brasileiras em Bolonha

Algumas editoras já participaram de outras edições da Feira, como a Cosac Naify, que esteve presente todos os anos. A diferença é que dessa vez, o foco será a venda de direitos autorais, e não a compra. Já outras estão estreando no evento, como é o caso das editoras Dedo de Prosa, Napoleão, Ledur e Peirópolis. “Nossa editora é recente e ainda muito pequena. Temos 11 títulos publicados e esta é uma oportunidade única de expor nossas obras, conhecer novos profissionais, além de estarmos ao lado de grandes editoras brasileiras”, observa Sílvia Fernandes, da Coordenação Editorial e Direitos Estrangeiros da Dedo de Prosa.

As editoras que irão compor o estande da Brazilian Publishers na Feira de Bolonha 2014 são: Editora Autores Associados, Editora Ática, Bamboo Editorial, Brinque-Book, Callis Editora, Companhia das Letras, Companhia Editora Nacional Cortez, Cosac Naify, Editora Cuca Fresca, Dash Editora, Editora Dedo de Prosa, Duna Dueto Editora, DSOP, Edições Escala Educacional/Editora Lafonte, Editora Elementar, Fama, FTD, Girassol, Globo Livros, Hub Editorial, Jujuba Editora, Ledur Serviços Editoriais, Mar de Ideias, Mauricio de Sousa, Editora Melhoramentos, Editora Napoleão, Pallas, Panda Books, Editora Peirópolis, Editora Positivo, RHJ Livros, Editora Rideel, Editora Scipione, Edições SM, Solisluna, Todolivro, Editora Viajante do Tempo e Zada Editora.

Bolonha homenageia literatura brasileira

Escritora, crítica literária, jornalista e professora universitária. Trabalha com criação de textos e preparação de originais. Desenvolve cursos e palestras na área de Criação Literária e Escrita Criativa.

LEIA  Prêmio Jabuti encerra inscrições dia 30
Classificado como:        

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendado
No próximo dia 6 de abril estreia a quarta temporada…
error: