quem é que te ajuda?
Resenhas

[Resenha] Quem é que te ajuda?, uma cantiga para as encantadoras de crianças

Quem é que te ajuda? uma cantiga para as encantadoras de crianças.

A Primavera dos Livros, que aconteceu em outubro no Rio de Janeiro, trouxe vários lançamentos para incrementar a nossa estante. Juntamente com os lançamentos, outros eventos movimentaram e coloriram ainda mais os jardins do Museu da República, onde aconteceu a feira literária. A resenha de hoje é de um livro que foi lançado lá e contou com um evento coloridíssimo, pela história e pelas crianças, que se espalharam para ouvir e pintar suas histórias com giz feito de cera e de sonhos.

Quem é que te ajuda?, o livro

Livros infantis nunca são apenas para crianças. E quem duvida disso acaba privando-se de histórias que revivem em nós o que muitas vezes acabamos sufocando com a idade: nossa capacidade de sonhar e ir além. O livro Quem é que te ajuda?, de Maria Silvia Camargo e ilustrado por Roberto de Vicq de Cumptich, é daqueles que fazem brilhar os olhos infantis e enchem de lágrimas os olhos mais maduros.

quem é que te ajuda?

Três crianças. Três mães que trabalham fora e a cada dia sofrem em deixar os filhos sem sua presença. Três anjos que aparecem para preencher a ausência com carinhos e ensinamentos para a alma. Enquanto entoam cantigas essas babás vão acarinhando, compartilhando infâncias e tecendo pedaços cada vez maiores e mais complexos de um crescer que se faz urgente. “Dizem que elas saem de suas casinhas, mas isso ninguém viu, não tem como provar. Só se sabe que elas vêm cantando, sempre, sempre, embalando a vida de quem delas precisar.” São três histórias que a autora vai entrelaçando ao longo do livro e, pouco a pouco, se confundem e se completam, passando a andar de mãos dadas pelo texto.

Embalada por histórias reais, Maria Silvia vai entoando sua cantiga para essas encantadoras de crianças, desfiando rimas sobre surpresas: “Sua mãe, moça culta e viajada, em três línguas ensinada, dona das artes de mandar, ganhar dinheiro e trabalhar, não a planejava, então Flor se fez surpresa”. Sobre temores: “Mas a mãe de Juliana teve medo. Achou um bilhetinho – “fomos passear, voltamos cedo” – mas do sentimento fugiu e exigiu: – Quero minha filha em casa!”. Sobre ciúmes: “Madame se sentiu até sozinha, coitada! Sentimento que, antes, nunca experimentara”. Sobre encantamentos: “Não tem tangolomango nem feitiço ou bruxaria. Vivemos entre as ondas, entendemos no compasso do mar: É preciso saber esperar – por comida ou por um olhar”.

Maria Silvia, quem é que te ajuda?
Maria Silvia Camargo

Ao ser aberto o livro revela uma explosão: de palavras, de emoções, de imagens. O projeto gráfico de Roberto de Vicq de Cumptich abraça a história e a envolve com cores e formas que pulsam a cada página. Mesclando ilustrações com fotos de criança que se encaixam em formas vazadas, o ilustrador mistura real e criação, tal qual Maria Silvia ao construir o texto. É a ficção encantadoramente invadindo a realidade. Ou seria o contrário?

Quem é que te ajuda?
Maria Silvia Camargo
Ilustrado por Roberto de Vicq de Cumptich
Editora Memória Visual, 2013

Escritora, crítica literária, jornalista e professora universitária. Trabalha com criação de textos e preparação de originais. Desenvolve cursos e palestras na área de Criação Literária e Escrita Criativa.

Ronize Aline

Escritora, crítica literária, jornalista e professora universitária. Trabalha com criação de textos e preparação de originais. Desenvolve cursos e palestras na área de Criação Literária e Escrita Criativa.

Leia também...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *