como escrever um conto
Criação Literária

Como escrever um conto

Como escrever um conto.

Pela primeira vez o Prêmio Nobel de Literatura foi dado a um contista. Quebrando a primazia do romance, desde sempre considerado um gênero maior e mais “sério” do que o conto, este ano o prêmio foi para Alice Munro, escritora canadense considerada a “mestre do conto”. Em entrevista ao site do Nobel, Munro disse que espera que o reconhecimento traga mais leitores não só para ela como para o conto em si. “Porque é muitas vezes desmerecido como algo que as pessoas fazem antes de escrever o primeiro romance. E eu gostaria que chegasse ao primeiro plano, sem condicionantes, de maneira que não precise haver um romance”, declarou. Mas, ao contrário do que os que discriminam o gênero pensam, escrever contos não é tarefa simples. Veja abaixo algumas dicas de como escrever um conto.

Dicas de como escrever um conto

Júlio Cortázar costumava dizer que “um conto é uma verdadeira máquina de criar interesse” e, para exemplificar como enxergava a construção narrativa do gênero, criou essa comparação entre a ficção e o boxe que ficou famosa: “O romance vence o leitor sempre por pontos, enquanto o conto deve vencer por nocaute”. Mas como exatamente nocautear o leitor, deixá-lo sem fôlego ao terminar a leitura e com aquele deslumbramento na alma? Reunimos abaixo algumas dicas retiradas da experiência desses grandes contistas para mostrar como escrever um conto.

como escrever um conto

  • É importante saber que o conto se diferencia do romance não apenas pelo tamanho, mas também pela sua estrutura. Há poucos personagens, geralmente apenas um núcleo narrativo, não há complicação no desenrolar dos fatos e há um único clímax da história

  • Escolha uma situação para narrar. Ao contrário do romance, em que haverá um longo desenvolvimento, no conto você pode pegar um acontecimento isolado e explorá-lo, sem necessidade de explicações anteriores ou posteriores

  • Escolha o tempo em que se passará a sua história. Não pode ser um tempo muito longo, senão você não conseguirá dar conta do seu objetivo. Narrativas curtas pedem lapsos temporais curtos
  • Tenha em mente, antes de começar a escrever, como a situação irá se desenrolar, que rumo tomará e que objetivo você pretende alcançar no final. Como o conto é uma narrativa concisa, é importante que você conheça em linhas gerais toda a sua história
  • Antes de começar a escrever o texto, estabeleça a seguinte estrutura: exposição, conflito, clímax e desfecho

  • Comece apresentando seu personagem, mas o coloque agindo e não o apresente com descrições. Como estamos trabalhando com um texto curto, aproveite uma cena do seu conto para inserir o personagem. Em vez de uma lista de características, o leitor verá o personagem em ação e, a partir de seus comportamentos, de como ele age e reage é que irá conhecê-lo

  • Explore o início. Comece sua história com um ponto de vista inusitado, um fato que pode parecer irrelevante a princípio mas que terá papel fundamental mais tarde – quem sabe até no final arrebatador

  • Escolha cuidadosamente suas palavras. Não há espaço para desperdício. Cada palavra deve ter um função explícita dentro da história. Você deve ter total consciência de por que a escolheu e que efeito quer conseguir com ela

  • Não seja detalhista demais. Lembre-se de manter a concisão na narrativa. Deixe os pormenores para o romance e trabalhe um ritmo mais intenso de escrita

como escrever um conto

  • O final, segundo Cortázar, deve ser explosivo, arrebatador! Então surpreenda o leitor, deixe-o eufórico com o desfecho de sua história. Mas para isso funcionar é preciso que quando você comece a escrever o conto você já saiba o final. Todo o desenrolar da história deve ser construído para desembocar no grande final, mas para isso você tem de saber para onde está caminho, ter o controle dos acontecimentos.

Agora que você já sabe as premissas iniciais sobre como escrever um conto, acha que eles são mais simples do que os romances?

Ronize Aline

Escritora, crítica literária, jornalista e professora universitária. Trabalha com criação de textos e preparação de originais. Desenvolve cursos e palestras na área de Criação Literária e Escrita Criativa.

Leia também...