fbpx

Como criar um personagem.

Um dos tópicos mais discutidos em criação literária é a construção de personagens, afinal eles são a principal memória que guardamos dos livros que lemos. De alguns ficamos tão íntimos que é como se fossem pessoas que conhecemos de verdade. Mas como criar personagens literários inesquecíveis? Esse é um assunto muito extenso, mas nesse artigo você vai saber como começar a desenvolver seus personagens.

Características básicas para criar um personagem

Histórias são sobre pessoas. Quanto mais seus personagens se parecerem com pessoas de verdade, mais os leitores se envolverão com eles, compartilharão seus interesses e acompanharão a história até o fim. Mas como tornar críveis esses seres da ficção? Criando personagens completos, dando-lhes características, vivências, um passado, tudo que um ser humano real tem. A construção de um personagem inclui pensar em detalhes que nem mesmo serão mostrados na história, mas que farão toda a diferença na hora de colocá-lo em ação.
para criar um personagem
Dom Quixote de La Mancha, de Miguel de Cervantes
Saber a fundo quem é seu personagem, do que ele gosta, como ele age e reage às mais diversas situações é essencial para que suas atitudes sejam o mais realistas possível. Se não o conhece bem, se deixou lacunas na sua caracterização, além de soar superficial ao leitor você também poderá ter dúvidas na hora de decidir que tipo de comportamento seria mais condizente com sua personalidade.
A primeira coisa a fazer é definir as características básicas do personagem. Seguem algumas sugestões essenciais, mas você pode acrescentar outras que julgar necessárias:
  • Aparência física
  • Forma de se vestir
  • Postura física
  • Movimento/ritmo
  • Jeito de falar
  • Hobby
  • Nível educacional
  • Antecedentes familiares
  • Ambiente social
  • História pessoal
  • Preferência amorosa
  • Preconceitos, manias e defeitos
  • Necessidades, desejos e objetivos
  • Falhas
  • Arrependimentos e rancores
  • Características que podem arruiná-lo
  • Características que podem salvá-lo
  • Problemas internos e externos
LEIA  Super-heróis: roteiro para criar protagonistas com superpoderes

Motivações do personagem

É preciso evitar a tentação de criar personagens maniqueístas. Se, por um lado, isso torna mais fácil delinear sua personalidade, por outro, o torna um tanto quanto raso, com reações e comportamentos previsíveis. Dividir os personagens em bons e maus, além de distanciá-los das pessoas de carne e osso, limita seu desenvolvimento, já que todas as suas atitudes devem seguir o “rótulo” que lhe foi dado.
dicas para criar um personagem
Emília, de Monteiro Lobato
Em vez de limitar a caracterização dos personagens aos conceitos de bom e mau, prefira dotar-lhes de todas as inseguranças e contradições que assomam o ser humano. Faça-os agir não de acordo com um padrão preestabelecido, mas segundo suas motivações. Pense nas seguintes questões:
  • Como o personagem está sentindo no momento?
  • Do que ele sente falta?
  • O que o está incomodando?
  • Ele sente vontade de mudar algo em sua vida?
  • Ele percebe algo pelo qual vale a pena agir?
  • É capaz de cometer algum desvio do seu comportamento usual?
  • Alguma condição externa o estimula à ação?
Siga criando questionamentos sobre seu personagem e como ele responderia a eles. Para cada ponto de mudança dentro da história, repita as indagações e responda-as com novas ações. Dessa forma, o personagem enfrentará dúvidas, se verá frente a obstáculos e tomará decisões como faria uma pessoa na vida real, e não um simulacro de ser humano. Sentindo que o personagem também enfrenta contradições, o leitor se identificará com ele e se sentirá motivado a continuar acompanhando sua trajetória.
E você, o que mais o atrai em um personagem?
Está com dificuldade para criar seu personagem? Então baixe o ebook GRATUITO comvárias técnicas de escrita criativa:
Como criar um personagem

Escritora, crítica literária, jornalista e professora universitária. Trabalha com criação de textos e preparação de originais. Desenvolve cursos e palestras na área de Criação Literária e Escrita Criativa.

LEIA  3 maneiras de conquistar o leitor
Classificado como:                

19 ideias sobre “Como criar um personagem

  • 03/01/2014 em 21:01
    Permalink

    Oi! Gostei muito dessas dicas, às vezes tinha problemas em ambientar minhas personagens e dizer para que lado elas iriam de acordo com a personalidade de cada uma, mas agora acho que sei como consertar!
    Parabéns pelo blog!
    Até!

    Resposta
    • 05/01/2014 em 23:09
      Permalink

      Oi, Lucas.
      Obrigada pela participação. Fico feliz que o blog esteja te ajudando com seu livro.
      Seja sempre bem-vindo.
      Abraços
      Ronize Aline

      Resposta
  • 15/01/2014 em 22:28
    Permalink

    Olá, boa noite, agradeço pelas dicas, estou angariando informações pois estou decidido a escrever um livro e, como eu já esperava, não é só colocar a caneta no papel e escrever, como quase tudo nessa vida é preciso estudo e disciplina pra se fazer algo com uma qualidade legal. Em tempo, eu tentei baixar o seu ebook mas está dando indisponível, você poderia me ajudar, estou realmente interessado em lê-lo…rs lê-lo é engraçado, tá certo? rsrssr aguardo resposta sobre o ebook, um abraço e mais uma vez obrigado.

    Resposta
    • 16/01/2014 em 01:33
      Permalink

      Olá, Daniel.
      Obrigada pela visita.
      Espero que você continue encontrando por aqui mais informações para seguir adiante com o seu projeto.
      Quanto ao ebook, acabei de testá-lo novamente e ele está baixando normalmente. Para ter acesso a ele, é preciso se cadastrar para receber as atualizações do blog por email. Depois disso você receberá um email para confirmar se quer mesmo se cadastrar. Tendo confirmado, é só aguardar a próxima atualização do blog (que será nesta quinta-feira) e, no email que você receber, procurar no rodapé pelo “Conteúdo exclusivo para assinantes do blog”. Então é só clicar no link ou copiá-lo e colá-lo no navegador. Ele irá direto para o ebook e você poderá salvá-lo no seu computador.
      Quanto ao “lê-lo”, sim, está correto, apesar de engraçado.
      Seja sempre bem-vindo.
      Abraços
      Ronize Aline

      Resposta
      • 16/01/2014 em 10:04
        Permalink

        Oi, Ronize, bom dia, obrigado pela orientação, aguardarei o email. Eu me decidi a escrever o livro faz menos de um mês, embora tivesse com essa idéia há muito tempo sem pô-la (“pô-la” tá certo? rsrsrsrs) em prática. Nesse mês, como eu já disse, tenho pesquisado e observado que escrever envolve diversas etapas, criação de roteiro, personagens com todas as suas facetas, sentimentos, não basta criar um boneco e querer que ele viva, há a necessidade de dotá-lo de uma alma complexa a fim de que reaja de forma natural, humana, diante das situações em que for colocado no desenrolar da trama. Lerei seu livro e os outros posts do blog, pois li os títulos de alguns deles e todos me interessaram bastante e sem dúvida me ajudarão nessa jornada. Obrigado mais uma vez, seja feliz.

        Resposta
  • 19/02/2014 em 10:55
    Permalink

    Oi Ronize! Ótimo seu blog.
    Eu não estou conseguindo baixar seu livro. Tem como mandar por e-mail?

    Resposta
    • 20/02/2014 em 19:16
      Permalink

      Olá, Caio.
      O link para baixar o livro vem no rodapé dos emails que você recebe quando assina para receber as atualizações do blog. Então, o primeiro passo é assinar gratuitamente, no alto da barra lateral à direita. Depois disso, você recebe um email de confirmação. Então, é só aguardar a próxima atualização e procurar no rodapé do email pelo link “material exclusivo para assinantes”. Se você já assinou, pode baixa pelo email que recebeu hoje.
      Abraços,
      Ronize Aline

      Resposta
  • 08/03/2014 em 10:45
    Permalink

    Oi! Meu nome é Íris e eu tenho já faz tempo a ideia de escrever um livro, mas tenho duvidas em relação à organização, por isso decidi pesquisar sobre o assunto. Seu blog me ajudou a começar a montar a estrutura e a definir os personagens, valeu!

    Resposta
  • 10/04/2014 em 17:21
    Permalink

    Olá, adorei seu site, tem muita dica legal. Estou iniciando na área de ilustração após uma carreira de pintora, mas tenho também um projeto de escrever um livro com algumas anotações que faço tirados da vida real. A minha dúvida é como criar um personagem principal dando a ele um toque de suspense e irrealidade sem distorcer os fatos da verdadeira história.

    Resposta
  • 02/05/2014 em 01:14
    Permalink

    Obrigada, era uma dessas dúvidas que me corriam pela cabeça o tempo todo, muito obrigada!

    Resposta
  • 13/10/2014 em 00:18
    Permalink

    Olá, Eu quero agradecer por esse artigo, ajudou bastante a criar um personagem fora do clichê da perfeição. O protagonista que era um ser perfeito, agora é um ser comum vivendo nas mazelas de uma sociedade, e tendo vínculos amistosos com os outros personagens. Obrigado.

    Resposta
  • 23/01/2016 em 23:44
    Permalink

    Olá Ronize, tudo bem?
    Acabei de conhecer seu blog. Estou adorando todos os seus posts que são incríveis.

    Parabéns!

    Resposta
  • 09/02/2016 em 00:47
    Permalink

    Olá, é minha primeira vez aqui, e já estou gostando muito do blog. =D
    Ronize, como eu faço para criar personagens secundários com características diferentes nos diálogos?
    Obrigada.

    Resposta
    • 12/02/2016 em 12:09
      Permalink

      Olá, Beatriz.

      A construção de personagens é feita da mesma forma que os personagens principais: dê-lhes formas de falar diferentes, uso de expressões ou gírias, conforme as características do personagem. A única coisa que muda é que os personagens secundários têm papel menor na trama.

      Abraços,
      Ronize Aline

      Resposta
  • 06/02/2017 em 12:04
    Permalink

    Olá Ronize, estou entrando no seu blog pela primeira vez, que legal as dicas.
    Tenho uma ” historia infantil já faz muito tempo mas nunca dei muita importância, tem até melodia, minha meta para 2017 é dar vida a estes
    personagens não sou desenhista não sei desenhar nada, mas tenho muito coisa em mente, como senário, personagens secundários, tem algum programa e/ou cursos para criação de personagens?

    – já ouvir falar de cinema de animação, vc sabe se seria este o caminho?

    Resposta
    • 11/03/2017 em 19:11
      Permalink

      Olá, Lene.
      Que legal.
      Não, não conheço cursos de animação.
      Abraços e boa sorte,
      Ronize Aline

      Resposta
  • 20/03/2017 em 15:03
    Permalink

    Como esse Blog existe há tanto tempo e eu não o conhecia?
    Mas chegou na hora certa, acho que ainda essa semana termino de escrever meu primeiro romance infanto-juvenil, e vou aplicar todas as informações que vi aqui. Vou burilar meu texto! E partir para o sonho de publicá-lo!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendado
9 títulos originais que foram descartados. Títulos são parte fundamental…
error: