Alice
Criação Literária

9 títulos originais que foram descartados

9 títulos originais que foram descartados.

Títulos são parte fundamental de uma obra literária. Escolher o título certo pode fazer toda a diferença para o sucesso de um livro, por isso esse é um momento especial da criação literária. É comum o título original ser substituído mais tarde por outro mais chamativo ou que represente melhor a história contada. Conheça nesse artigo títulos originais de livros que ficaram famosos com outros nomes.

1. Alice no país das maravilhas

Lançado em 1865 por Lewis Carroll, o livro inicialmente tinha um título muito mais literal em relação ao ambiente da história: As aventuras de Alice no subterrâneo (em inglês, Alice’s Adventures Underground).
títulos originais descartados
Alice no país das maravilhas

2. A máquina do tempo

Esse clássico da ficção científica de 1895, de H. G. Wells, teve como título original uma opção bem menos atraente: Os argonautas crônicos (em inglês, The Chronic Argonauts)

3. … E o vento levou

Foram oito os títulos que o livro de Margaret Mitchell teve antes de receber o nome pelo qual ficou mundialmente conhecido depois de ser transposto para as telas do cinema: Amanhã será outro dia (Tomorrow is Another Day), Carregando um fardo pesado (Tote the Weary Load), Marcos (Milestones), Carga (Jettison), Ovelha Negra (Ba! Ba! Black Sheep), Ninguém tão cego (None So Blind), Não em nossas estrelas (Not in Ours Stars) e Os clarins cantaram a verdade (Bugles Sang True).

4. A hora da estrela

Considerado por muitos como a obra-prima de Clarice Lispector, o livro lançado em 1977 teve nada menos do que doze títulos preliminares: A culpa é minha, Ela que se arranje, O direito ao grito, Quanto ao futuro, Lamento de um blues, Ela não sabe gritar, Uma sensação de perda, Assovio no vento escuro, Eu não posso fazer nada, Registro dos fatos antecedentes, História lacrimogênica de cordel e Saída discreta pela porta dos fundos.

5. O som e a fúria

Lançado em 1929, o clássico de William Faulkner teve um título original bem mais apropriado a uma história adolescente com vampiros que brilham no escuro: Crepúsculo (Twilight).

6.  Tubarão

O arrasa-quarteirão de filmes de suspense foi baseado em um livro de Peter Benchley lançado em 1974 e que teve outros títulos antes do definitivo: O verão do tubarão (The Summer of the Shark), O terror do monstro (The Terror of the Monster) e As mandíbulas do Leviatã (The Jaws of the Leviathan).

LEIA  Estão abertas as inscrições para a oficina literária da Flip
Tubarão, outro dos títulos originais descartados
Tubarão, o filme

7. Guerra e Paz 

Tolstói, antes de lançar seu livro mundialmente conhecido, em 1866, havia o batizado com um nome bem mais extenso e explicativo: Tudo está bem quando terminar bem (em inglês, All’s Well That Ends Well).

8. A ilha do tesouro

O clássico juvenil de Robert Louis Stevenson, lançado em 1883, recebeu primeiramente um título bem mais peculiar: O cozinheiro do mar (em inglês, The Sea-Cook).

9. Harry Potter e o cálice de fogo 

Até mesmo J.K. Rowling descartou o título original de sua obra. O quarto volume da série do bruxinho de Hogwarts se chamaria Harry Potter e o torneio do feitiço do destino (Harry Potter and the Doomspell Tournament)
Que tal: preferiu os títulos originais ou os títulos pelosquais os livros ficaram famosos?
Está com dificuldade de encontrar um bom título para a sua história? Não deixe de baixar o ebook GRATUITO comvárias técnicas de escrita criativa:

Escritora, crítica literária, jornalista e professora universitária. Trabalha com criação de textos e preparação de originais. Desenvolve cursos e palestras na área de Criação Literária e Escrita Criativa.

Ronize Aline

Escritora, crítica literária, jornalista e professora universitária. Trabalha com criação de textos e preparação de originais. Desenvolve cursos e palestras na área de Criação Literária e Escrita Criativa.

Leia também...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *